Atividades laborais que exigem avaliação psicológica psicossocial

De acordo com a NR 7, todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, tem a obrigatoriedade de elaboração e implementação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto de seus trabalhadores. Dentre outras questões, esse documento deverá ser planejado e implantado com base nos riscos à saúde dos trabalhadores, especialmente os identificados nas avaliações previstas nas demais NRs.
– NR 20: Trabalho com inflamáveis e combustíveis: estabelece requisitos mínimos para a gestão da segurança e saúde no trabalho contra fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenamento transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis. Esses trabalhadores devem então, além de serem submetidos aos exames médicos específicos, também realizarem a avaliação que contemple os fatores de riscos psicossociais (conforme PCMSO). Vários ambientes podem oferecer riscos psicossociais, mas trabalhar em áreas que podem oferecer riscos de explosões é um fator bem considerável de stress que deve ser muito bem avaliado.
– NR 33: Trabalho em Espaços confinados: é considerado espaço confinado “qualquer área ou ambiente não projetado para ocupação humana contínua, que possua meios limitados de entrada e saída, cuja ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes ou onde possa existir a deficiência ou enriquecimento de oxigênio.“ Dessa forma, o Ministério do Trabalho define que as empresas que submetam seus trabalhadores ao trabalho em espaço confinado também realizem a Avaliação Psicológica Psicossocial. Somente através dessa Avaliação, que os trabalhadores de espaços confinados podem adquirir o seu Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) como apto pelo médico do trabalho.
– NR 34: Trabalho em Indústria de Construção e Reparação Naval: nessa NR encaixam-se todas as atividades desenvolvidas em instalações empregadas para fins de construção naval, ou nos próprios navios, barcos, lanchas, plataformas fixas ou flutuantes, dentre outras…Dessa maneira, atividades laborais que impliquem nessa NR, exigem uma avaliação do aspecto clínico geral do trabalhador, tanto físico quanto mental.
– NR 35: Trabalho em Altura. Umas das NRs mais comuns e frequentes para realização da Avaliação Psicológica Psicossocial, considerando que os riscos de altura existem em diversas funções laborais atuais. “Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2 metros, do nível inferior, onde haja risco de queda.” Nesse caso específico, devem ser realizados muitos exames que levem em consideração os riscos de quedas e de mal súbitos, sendo isso de responsabilidade do médico do trabalho. Já na Avaliação Psicológica, devemos abordar todos os aspectos clínicos, laborais e principalmente sociais que compõe o perfil do trabalhador.
A Avaliação Psicológica Psicossocial é um complemento de uma série de exames e avaliações que consideram um trabalhador apto ou inapto para determinada função. Ela jamais deve ser utilizada isoladamente, pois devemos considerar todo o histórico clínico do trabalhador também. Ela deve ser realizada anualmente (juntamente com os exames periódicos) por um Profissional Psicólogo habilitado para tal, pois mesmo que em determinado momento o trabalhador seja considerado apto, podem ocorrer no decorrer do tempo diversos fatores estressores que o levem a inaptidão para exercício da função.